Verrugas na gravidez

Muitas vezes a expectativa trêmula do bebê, devido ao desenvolvimento de inúmeras complicações, se transforma em um teste sério. Um dos momentos desagradáveis ​​é o aparecimento de verrugas no corpo (tanto na mucosa quanto na pele). Qual é a razão de sua aparição e o que isso ameaça? Excluir imediatamente ou esperar até que o bebê nasça? As futuras mães que encontraram um problema desagradável muitas vezes buscam respostas para essas perguntas. verrugas e gravidez

Por que as verrugas aparecem?

Wart é uma neoplasia da pele que é benigna. Sua aparência provoca um vírus do papiloma humano (HPV), cujos portadores são mais de 75% das pessoas em todo o mundo. Transferência de uma pessoa para outra, o vírus pode diretamente com o contato direto ou através de itens domésticos. Na maioria dos casos, o HPV não se manifesta, mas algumas de suas cepas podem causar o aparecimento de verrugas (simples e genitais). Antes da gravidez, uma menina não pode suspeitar que ela já é portadora do papilomavírus, mas durante a gestação do bebê seu corpo sofre alterações. Reorganização hormonal do corpo e enfraquecimento temporário da imunidade é a causa da formação de verrugas no corpo durante o período gestacional.

Sintomatologia

As verrugas, como as lesões cutâneas, são benignas e dividem-se em vários tipos. Durante a gravidez, esses tipos de verrugas são frequentemente formados:
  • Verrugas comuns (papilomas). São nódulos densos e convexos, com uma superfície irregular no ápice. Na ponta há vilosidades, e a aparência geral das verrugas lembra uma couve-flor. Tais formações em uma pessoa saudável aparecem nas mãos e nos pés, mas durante a gravidez o corpo pode se comportar de maneira imprevisível e verrugas aparecerão nos lugares mais inesperados: no pescoço, na face, na virilha, no peito, na axila.
  • Verrugas genitais ou verrugas genitais. Estes nódulos alongados têm uma cor rosa e formam proliferação papiliforme fundida. Eles aparecem na área genital ou no ânus.
A causa do aparecimento de verrugas é o crescimento do epitélio.
As neoplasias de maneiras diferentes afetam o curso e o resultado da gravidez. O vírus do papiloma não é perigoso para a mãe e seu bebê, a doença raramente é acompanhada de dor. Entre as principais desvantagens - aparência inestética, a possibilidade de crescimento e reprodução de verrugas. Neste caso, o neoplasma nem sempre aparece em um único espécime. Em um local, várias verrugas podem aparecer. Eles formam um grupo e crescem com o tempo, se fundindo em placas.
Uma característica distintiva dos condilomas é um alto grau de infecção. Quando os órgãos genitais aparecem na mucosa, as verrugas podem cobrir completamente o canal do parto e complicar o nascimento.

O que devo fazer?

tratamento de verrugas durante a gravidez Se uma verruga foi encontrada no corpo, o principal é não rasgar, rasgar ou retirá-la. Tais ações contribuirão apenas para a disseminação do vírus para outros locais e o surgimento de novos crescimentos. Auto-remoção de verrugas não trará o resultado desejado e em vista da futilidade de tais métodos: a estrutura do papiloma é muito específica, suas raízes vão profundamente sob a pele. Um dermatologista qualificado pode ajudar na resolução deste problema. Durante o exame, ele avaliará o grau de infecção e determinará o tratamento mais correto e eficaz, levando em consideração as características fisiológicas da mulher e o curso da gravidez.

Quais são as verrugas perigosas para mulheres grávidas?

A verruga em si, que se manifesta durante a gravidez, não pode causar nenhum dano ao futuro bebê. Muito mais perigoso - o uso do autotratamento de métodos não verificados e remédios populares. Muitos médicos acreditam que, se os papilomas que aparecem durante a gravidez não causam dor, não crescem e não mostram sinais de infecção - eles não precisam tocá-los antes de o bebê nascer. No tratamento durante o período gestacional, surgem condilomas com ápice pontiagudo na área genital. Eles são perigosos para a menina e para seu futuro bebê.

Às vezes, as verrugas formadas no nascimento podem continuar a crescer até o tamanho que impede a aparência normal de uma criança. Quando durante o processo de parto o canal de nascimento e o colo do útero se abrirem, os papilomas grandes irromperão e, desse modo, provocarão uma hemorragia profusa. Quando as verrugas são abertas, o bebê, durante a passagem pelo canal do parto, pode ser apanhado pelo vírus do papiloma. A manifestação do HPV pode ocorrer apenas alguns dias após o nascimento ou nos primeiros meses de vida. Especialmente perigoso é que nos recém-nascidos, em caso de infecção pelo vírus, as verrugas se formem na laringe e impedem o processo respiratório. Portanto, durante a gravidez, as meninas que encontraram papilomas pontiagudos são prescritas para uma cesariana.

Remoção de verrugas durante a gravidez

Muitas vezes a reestruturação do fundo hormonal no corpo de uma mulher grávida provoca a formação de papilomas. Há também um processo oposto a isso. Imediatamente após o parto por um curto período de tempo, a maioria das neoplasias desaparece. remoção de verrugas durante a gravidez Muitos médicos qualificados recomendam não realizar o procedimento de remoção durante o nascimento do bebê, especialmente no primeiro e terceiro trimestre. A causa é a reação individual imprevisível do corpo da menina ao procedimento (às vezes até provocando o nascimento prematuro). Outra razão é a impossibilidade de intervenção cirúrgica em conjunto com agentes imunoestimulantes. A razão para a remoção de verrugas durante a gravidez pode ser apenas alguns fatores:
  1. Mudança de cor e (ou) forma de verrugas;
  2. A ameaça de um aumento sério no número e tamanho de papillomas;
  3. Sensações dolorosas.

Remoção de verrugas comuns

Médicos aprovados e recomendados para a realização durante a gravidez vários métodos de remoção de verrugas:
  • Método a laser. Os raios laser destroem intensamente o papiloma e formam um aprofundamento no local de sua localização, que eventualmente desaparece. Além disso, este método de remoção de verrugas é que o laser quase não deixa vestígios no corpo e elimina a aparência de sangramento durante o procedimento.
  • Cryodestruction. As verrugas são removidas sob a influência de baixa temperatura (nitrogênio líquido). É assim que o tecido patológico da camada do epitélio se decompõe. Este procedimento dá bons resultados e é realizado sem o uso de anestesia. Mas no caso do aparecimento de grandes neoplasias, precisará ser repetido.
  • Remoção com um bisturi. No decorrer de uma operação cirúrgica, uma incisão é feita de tecido epitelial saudável, o papiloma é removido e suturas cosméticas são aplicadas. Este método é raramente usado, mas é mais relevante quando há necessidade de investigar tecidos patológicos.

Tratamento de verrugas genitais

As verrugas formadas na zona inguinal durante a gravidez são uma séria ameaça à criança. O perigo aumenta se eles estiverem localizados ao redor da vagina.

O médico pode prescrever a remoção de verrugas genitais apenas em casos especiais, quando a necessidade de um procedimento é maior do que os possíveis riscos.

A cirurgia em si ocorre sob a supervisão rigorosa de um especialista qualificado.

Receitas populares para o tratamento de verrugas

Existem muitas receitas populares para combater as verrugas testadas pelo tempo e comprovadamente eficazes. Os mais populares são os seguintes:
  • Comprimir das batatas (a raiz é esfregada junto com a casca, uma compressa é preparada). O curso do tratamento é de 6 dias.
  • Suco de celandine. As verrugas são lubrificadas com o suco desta planta até desaparecer completamente da pele.
  • Folhas de aloe. A verruga precisa ser cozida no vapor, coloque a polpa da folha da planta, tampe a bandagem e deixe-a até a manhã seguinte. Curso - 10 dias.
  • Uma solução de peróxido de hidrogênio. As áreas afetadas do epitélio devem ser lubrificadas com a solução dentro de uma semana.
Antes de usar a medicina tradicional, você deve consultar um médico para excluir várias contraindicações e a possibilidade de uma reação alérgica.

Se o tratamento das verrugas for realizado sob a supervisão de um médico, os riscos de recidiva da doença e todos os tipos de efeitos colaterais são minimizados. A manutenção preventiva desempenha um papel importante na prevenção do retorno da doença. É necessário evitar roupas apertadas feitas de materiais sintéticos, observar as regras básicas de higiene e usar preservativos durante atos sexuais. Também é desejável ter um exame anual com um especialista qualificado.

LEAVE ANSWER