Histeromioma de tamanho grande

Sintomas e tratamento de miomas uterinos grandes

Múltiplas miomas uterinas em crescimentoO mioma do útero de tamanhos grandes pode ser bastante perigoso, porque afeta o trabalho de órgãos vizinhos, que aperta. Em que casos pode a operação e, mais importante, como posso notar no meu tempo este tumor mais frequentemente benigno que ocorre em um grande número de mulheres com mais de 25-30 anos?

Os sintomas de miomas uterinos tamanhos maiores podem variar dependendo da sua localização. os sinais luminosos pode alimentar um tumor localizado no lado de fora do útero - subseroso. Especialmente quando um tamanho de 10-20 cm de altura. Em tais casos, no caso de colocar os úteros parede mioma frente ou lateral, que é visível através da parede abdominal (se uma mulher tem grandes quantidades de gordura). A pressão é exercida sobre a bexiga - incontinência urinária pode ocorrer ou inversamente a sua obstrução do fluxo. Quando má circulação no nó tendo dor aguda - neste caso, miomas uterinos operação maior é realizado em caráter de urgência. Se o tumor está localizado na parede traseira do útero, podem ter problemas com a defecação, constipação. Para o grande tamanho do tumor pode comprimir a Viena oco inferior - como resultado acelera os batimentos cardíacos, falta de ar quando deitado.

Se uma mulher tem um múltiplo crescimento de mioma uterino, os nódulos estão localizados intersticialmente (dentro da camada muscular), o médico observa uma mudança na forma do útero e sua deformação durante o exame ginecológico. E se os nós crescerem dentro do corpo, pode haver sangramento uterino abundante, incluindo sangramento intermenstrual. Anemia é uma condição perigosa. Portanto, esses nós são excluídos. Além disso, deve-se notar que os nós que deformam a cavidade uterina são um obstáculo para a gravidez.

O tratamento de fibroides uterinos em tamanhos grandes é na maioria dos casos cirúrgico. Dependendo da idade da mulher, seus planos reprodutivos (se ela planeja crianças no futuro), o número de nós e seus tamanhos, miomectomia conservadora (remoção dos linfonodos diretamente) ou extirpação uterina (sua remoção completa) podem ser realizados. A segunda opção é considerada preferível na idade de mais de 45 a 50 anos, quando, na verdade, o útero da mulher não é mais necessário. E com a miomectomia conservadora, há um risco de novos nós. Além disso, pode haver outras indicações relativas para tal volume de operação, por exemplo, hiperplasia endometrial.

Se a mulher não está pronta para perder o útero, mas os nós são muito grandes, pode haver duas maneiras de resolver o problema.

1. Preparação hormonal para cirurgia, quando uma mulher recebe drogas temporariamente introduzindo seu corpo no estado da menopausa e, como o mioma é um tumor dependente de hormônio, ele começa a diminuir de tamanho. Remover nós pequenos é mais fácil, e a perda de sangue durante a cirurgia será menor.

2. Embolização das artérias uterinas. Este é um método relativamente novo e caro de se livrar dos miomas. Uma solução especial é injetada na artéria femoral, o que deve levar a uma piora ou completa cessação do suprimento sangüíneo ao nódulo miomatoso. Como resultado, é significativamente reduzido.

Quanto à técnica de realização da operação, pode ser laparotomia e laparoscopia. A primeira opção é mais adequada se o fibroma estiver localizado na camada muscular do útero e se a mulher estiver planejando uma gravidez no futuro (com a laparotomia, impor suturas confiáveis, após as quais uma boa cicatriz é formada). Laparoscopicamente, é muito fácil remover miomas uterinos suberosos.

Quando os miomas uterinos de tamanhos grandes, o tratamento com remédios populares é inútil. Também os contraceptivos orais, a espiral hormonal (este é o caso com métodos de medicação "leves") também não o ajudarão. Não perca tempo, não ouça charlatães, mas entre em contato com um ginecologista.

LEAVE ANSWER